23 de nov de 2016

Exposição da Coleção de Ked Mendes e Civone Medeiros Um doce encontro da sustentabilidade com o amor

Foto Lenilton Lima

Nesta semana, Natal conhecerá a mais nova criação da artesã Ked Mendes em parceria com Civone Medeiros. Enquanto uma propõe observar o planeta com o cuidado em sua preservação, a outra, já é uma veterana na pregação do amor. Essa parceria se dá como se fosse um causo da literatura de cordel. Faz-se lembrar de um “Encontro de Dom Quixote com o Profeta Gentileza”. Um sofisticado toque de loucura, somado a uma mensagem que não é em vão. Desta feita, surge uma coleção de ‘ecobags e outros adornos’. De modo geral, as sacolas ecológicas, tem a função de substituir os sacos plásticos, tão comuns e tão presentes na vida cotidiana da população, porém super descartáveis e de lenta e duradoura decomposição, o que tem provocado poluição de cursos d’água e de solos, além de provocar mortes de diversos animais. Em geral, as sacolas ecológicas são feitas de algodão e tem como características principais a durabilidade e a diversidade no uso.

O que Ked e Civone nos apresenta não são apenas mais uma proposta de ‘ecobag’ ou mais um produto a ser vendido com a alcunha de “sustentável”. Essa criação da artesã e a poeta não só reitera a inquietude inovadora e repleta de experimentalismos presentes nas duas artistas, mas aprofunda a necessidade de se (re)pensar o consumo atual, assim como o descarte desenfreado e irresponsável de materiais somado a esse conceito, a marca exuberante de falar de amor, como diria o cantor e compositor Moska: “Não falar do amor romântico, aquelas paixões meladas de tristeza e sofrimento, relações de dependência e submissão, paixões tristes. A virtude do amor é sua capacidade potencial de ser construído, inventado e modificado”.

Este projeto partiu da iniciativa de Ked Mendes que há algum tempo vem se dedicando ao estudo da reutilização de banners que não servem mais e das embalagens de cimento que são comumente descartados nas obras da construção civil. A artesã desenvolveu uma técnica para dar uma outra utilidade para esta “matéria prima” que não tinha valor algum para outras pessoas. Foi aí que que ela foi a fundo na pesquisa de campo para higienizar este papel e dar outras possibilidades de utilização. Então, na ocasião será possível apreciar uma série de produtos confeccionados a partir do reaproveitamento dos sacos de cimento. E para conceituar ainda mais essa proposta, Civone Medeiros soma a iniciativa com seus poemas impressos em retalhostão comumente encontrados ornamentando os eventos e espaços culturais e lares de Natal e outros lugares, dão ainda mais vida para essa proposta.

Essa parceria vem com esse espírito perturbador prestes assim a ser transformado pela turbulência dessas duas mulheres, mães e sobreviventes do caos urbano que destrói o planeta e trancafia os seres na jaula da solidão. Com base nesses conceitos, que nesta sexta feira estará exposto para o público natalense a primeira leva dessa parceria que dialoga sustentabilidade com amor ao próximo (e a quem está longe também). O público está convidado a interagir nesse universo que dialoga com esse sentimento sagrado com o meio ambiente e suas consequências.

O Evento terá início às 16h e contará com a participação do DJ TNN, projeções do Fotógrafo Lenilton Lima, dança-performances com Roseane Oliveira & René Loui, Ambientação de David Costa e Wecsley Mariano e na ocasião terá intervenção livre dos presentes que desejarem fazer leituras de poemas e outras intervenções mais.  A programação é gratuita.

Serviço:
Café com Amor – Exposição de produtos de Ked Mendes e Civone Medeiros
Data: 25/11/16 (Sexta-Feira)
A Exposição fica em cartaz até 23 de Dezembro/2016, de Segunda a Sexta, das 9h às 18h.
Local: Nalva melo Café Salão
Horário: A partir das 16h.
Entrada Gratuita.

Mais Informações:
84 8703-6206
ateliercimbrasil@gmail.com
kedmendes@yahoo.com.br







3 de nov de 2016

3 hábitos corriqueiros que destroem suas chances de ser um milionário



Se você sonha ser um milionário, não há uma maneira certa de alcançar essa meta. Mas há passos que você pode tomar para se colocar no caminho certo e obstáculos que podem atrapalhar. A colunista do site Business Insider Emmie Martin listou três hábitos que impedem que as pessoas sejam milionárias apontados pelo autor e blogueiro James Altucher.
1 – Você não exercita sua criatividade Se você não tem ideias, você está com o resto da população. E essas pessoas não vão fazer um milhão, aponta Altucher. O autor compara o processo de ter ideias com o de fazer musculação: se você falta na academia por duas semanas, vai ser difícil ficar em forma novamente. O mesmo acontece com ter ideias. “Más ideias são ruins. Você precisará de no mínimo cem a mil más ideias para uma boa”, ele diz. Procurar informação e conhecimento, sem dúvida, pode ajudar a ter boas ideias, até mesmo na hora de investir.
2 – Você passa seu tempo com pessoas tóxicas As pessoas que cercam sua vida afetam sua produtividade mais do que você pensa. Enquanto boas companhias inspirarão e ajudarão a tomar decisões sábias em relação a seu dinheiro e investimento, más companhias podem acabar atrapalhando muito seu plano de ser um milionário.
3 – Você culpa os outros por seus erros É difícil admitir o fracasso. E é ainda mais difícil seguir em frente quando as memórias ainda estão frescas. Mas culpar os outros pelos seus erros nunca é produtivo, aponta Altucher. Nunca culpe os outros, o melhor de tudo é aprender com seus erros e garantir que não cometerá de novo. Também não adianta culpar as circunstâncias, mas sim seguir em frente.