28 de fev de 2013

Nessa Campanha eu tô Dentro!!!!



27 de fev de 2013

Imperdível!!!!


Salve Navarro!!!




Embalos de violas para Clarimundo

(Fragmento)
Newton Navarro

Trinta
cordas de agonia
Trinta tons de sentimento
Minha garganta vazia
Não
tem versos
Não tem rimas
Para dizer o meu tormento.

Trinta
cordas de violas,
Trinta choros de instrumento
Que me valham céus
e terra
Com seus fortes elementos
Pra chorar a Clarimundo
Adormecido
na morte
Após tanto sofrimento.

Trinta sons de desêspero
Trinta
nomes de silêncio
Pra consolar êsse moço
Que cantou pra tanta 
gente
E jaz agora por terra
Solitario e sem descanso
Com todo o
peito cortado
E o coração desolado
De tanto padecimento.

Trinta
bordões enflorados





Com cravos de roxa cor,

Trinta primas afinadas
rimando
secretamente
nossa mágoa e sua dor.

Acendam-se madrugadas
Como
círios em redor,
Porque sem luz esses olhos
Não podem vagar tão 
sós.
Para o céu há tanto espaço,
Como poderá alcançá-lo
Se no 
rosto há tanto pó?

Trinta estrêlas matutinas
Seu rosto devem 
velar.
Trinta fontes de águas claras
Seus olhos devem lavar.
Trinta
violas sonoras
A sua alma serenar.
E um anjo feito sereno
Aos 
céus sua alma levar...

Natal, 8 de Novembro de 1955


19 de fev de 2013

O Mundo está tudo PELOS ARES!!!!!!

Natal recebe oficina de orientação do MinC para editais voltados à cultura negra


Grupo Zambê - Tibau do Sul - RN

No próximo dia 21 de fevereiro, o Ministério da Cultura, por meio de sua Representação Regional Nordeste, promoverá em Natal uma oficina para orientar e tirar dúvidas de todos aqueles que quiserem participar dos editais do MinC voltados para criadores e produtores negros.  A atividade acontecerá no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel – TCP.

Mesmo tendo como foco principal os editais, o encontro é aberto a todos os interessados em adquirir informações e estimular a troca de ideias e parcerias. A participação é gratuita, mas é necessário inscrever-se previamente através do email coeppirsejuc@rn.gov.br ou pelo telefone (84) 3232 532. A iniciativa vem percorrendo a região com ações nos estados de Alagoas, (22/01), Pernambuco (29/01),  Paraíba (30/01) e Ceará (01/02). Os estados do Maranhão (19/02) e do Piauí (28/02) serão as próximas paradas da comitiva, com os locais a serem divulgados em breve.
R$ 9 milhões de investimento
Grupo Zambê - Tibau do Sul - RN
Os cinco editais do Ministério da Cultura direcionados aos realizadores negros envolvem prêmios no valor total de R$ 9 milhões, que serão distribuídos entre os segmentos de audiovisual, artes, literatura e pesquisa acadêmica. As inscrições estarão abertas até 25 de março.
Estão envolvidos nesse trabalho a Secretaria do Audiovisual do MinC e as instituições vinculadas ao ministério – Fundação Biblioteca Nacional (FBN) e Fundação Nacional de Artes (Funarte),  em parceria com a Fundação Cultural Palmares (FCP) e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), da Presidência da República.  Os editais podem ser conferidos no endereço:
Serviço:
Oficina de Editais para Criadores e Produtores Negros
Data: 21 de fevereiro de 2013 (quinta-feira)
Local da Oficina: Teatro de Cultura Popular Chico Daniel – TCP
Rua Jundiai, 641, Tirol. Natal/RN, vizinho a Fundação José Augusto.
Informações: (84) 3232. 5307

1 de fev de 2013

Privado é Público - O Carnaval de Lucarino


Privado é Público de fevereiro abre as atividades de 2013 homenageando o carnaval potiguar e uma de suas figuras mais icônicas

Exposição difundirá o legado do mestre Lucarino, através do acervo de Dona Dorinha do Balanço do Morro

Uma dos períodos mais festivos e coloridos do ano se aproxima, e com o carnaval, as mais espontâneas e efusivas manifestações da cultura popular brasileira. Pensando nisso, a Secretaria Extraordinária de Cultura e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA) iniciam as atividades do projeto Privado é Público, no ano de 2013, homenageando a maior festa popular do nosso país com a exposição “O Carnaval de Lucarino - Acervo de Dona Dorinha do Balanço do Morro”, que trará contará uma parte da história de uma das maiores escolas de samba do RN, de seu icônico mestre Lucarino e do apogeu do carnaval potiguar na década de 60 e 70. O lançamento acontece às vésperas do Carnaval, na próxima quarta-feira, 06 de janeiro, a partir das 18h, na Galeria Newton Navarro, na sede da Fundação José Augusto, já começando a empolgar ainda mais os potiguares. A exposição fica aberta para visitação até o dia 01 de março, de segunda à sexta, das 8h às 17h. Entrada gratuita.

Fundador do G.R.E.S Balanço do Morro no ano de 1966, Lucarino Roberto de Sousa, popularmente conhecido como Mestre Lucarino, conseguiu um legado de por o carnaval de Natal no topo do terceiro carnaval do país, perdendo apenas para o Rio de Janeiro e Olinda, considerado o grande pai dos foliões do Bairro das Rocas, devido ao seu envolvimento pessoal com seus foliões tirando-os das drogas e de qualquer problema familiar que fosse, Lucarino movimentou com bravura as noites de Serestas por todo o estado do RN e encheu de samba qualquer lugar que tenha passado. Compositor exímio de Sambas Enredo, não apenas para a sua Balanço do Morro, mas quem o procurasse com a missão de encher a avenida do samba de música e história.

A Escola de Samba Balanço do Morro surgiu de uma briga. Um dos maiores nomes do carnaval natalense, Mestre Lucarino, era componente da escola Malandros do Samba, mas em uma indisposição com os outros integrantes, resolveu se desvincular,  e faltando apenas 45 dias para o carnaval, no dia seis de janeiro de 1966, reuniu alguns amigos e fundou a Balanço, que já na estreia revelou-se grande campeã. 

Nome de rua, no bairro das Rocas, Mestre Lucarino ainda não teve um reconhecimento à sua altura, sua obra ainda encontra-se apenas em escritos, mesmo com algumas gravações recentes, o grande público ainda não tem acesso a muitas informações sobre este ícone da cultura potiguar.  Com este intuito de celebrar a importância desta figura que preenche o imaginário do carnaval potiguar que o projeto Privado é Público traz para o mês do carnaval uma singela homenagem para o Mestre Lucarino, mais orgulho potiguar, sob a curadoria de Wecsley Mariano.


Serviço:
Privado é Público – O Carnaval de Lucarino
Acervo de Dona Dorinha do Balanço do Morro
Abertura: 06/02
Visitação: até 01 de março, de segunda à sexta, das 8h às 17h
Entrada gratuita
Local: Galeria Newton Navarro, sede da FJA