30 de dez de 2011

Feliz Ano novo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Cazuza Todo Amor Que Houver Nessa Vida!


29 de dez de 2011

Minha Biografia "Não Autorizada"


Manifesto do artista independente do tipo faça você mesmo


Por Rafaela Cappai (www.espaconave.org)
Olá, muito prazer. Meu nome é artista-independente. Eu sou do tipo Faça Você Mesmo. Eu me viro nos trinta, jogo nas onze, frito o peixe e olho o gato ao mesmo tempo. Eu uso minhas habilidades de malabarista pra manter todas as bolas no ar ao mesmo tempo, sem deixar a peteca cair.
Eu trabalho pelo menos 10 horas por dia pra dar conta de pagar as contas. Eu não tenho plano de saúde, não tenho conta de celular fixo, não tenho carro e não tenho coragem de assumir uma prestação de 6 pagamentos futuros.
Eu não tenho horas fixas de trabalho, não tenho equipe fixa de trabalho e não tenho salário fixo pelo meu trabalho. Tem mês que entra, tem mês que não.
Eu me envolvo em pelo menos quatro projetos ao mesmo tempo, recebendo pequenos cachês de cada um. No montante a coisa fica mais fácil.
Eu não sou bom com dinheiro e não sei cobrar direito pelo que faço. Eu trabalho de graça.
Não tenho rotina, não tenho férias, não tenho ócio criativo.
Muitas vezes trabalho naquilo que não gosto pra poder fazer aquilo que gosto.
Você pode incluir meu trabalho na lista dos sazonais. De Novembro à Março é particularmente difícil. Não que eu não trabalhe. Eu trabalho muito, a questão é que eu não ganho dinheiro.
Eu não tenho ecritório, nem estúdio, nem sala de ensaio onde possa trabalhar. A sala lá de casa é ao mesmo tempo meu escritório, meu estúdio e também sala de reunião.
Meu parceiro também é artista. Somos os dois no mesmo barco, sem ninguém pra segurar a onda quando a maré baixa. Nós desejamos ter filhos, mas não sei quando teremos segurança suficiente pra ter coragem de encomendar um.
Eu sou multi-tafera, o que ao meu ver já não é tão bom assim. No currículo soa bonito, mas na vida real significa que eu não consigo focar em uma só coisa de cada vez.
Sobre meu currículo, ele parece um Frankstein, com experiências diversas, em projetos diversos, com gente diversa. Pode até parecer que sou instável, mas se você olhar bem, faz até bastante sentido. Eu não sou instável, sou apenas uma pessoa que tem múltiplos interesses e múltiplas qualidades. E uma enorme capacidade de adaptação também.
Tá bom, eu confesso que às vezes tenho dificuldade de focar em um só projeto, uma só ideia. Eu tenho ideias a todo momento, mas não sei exatamente como realizá-las.
Tá certo, não sou eu que sou instável, mas minha vida sim. Ando na corda bamba diariamente, esperando a ligação que vai garantir o cachê do mês seguinte.
Sim, minha vida é precária.
A linha que divide prazer e trabalho é bem fininha, e as coisas pulam de um lado para o outro sem nem pedir permissão. Começo trabalhando e quando já vi estou me divertindo. Ou começo me divertindo e quando vi, já virou trabalho. E mesmo se eu estiver me divertindo, saiba que posso estar trabalhando. Uma coisa não exclui a outra.
Muitas vezes as pessoas não respeitam meu horário de trabalho. Muitas vezes eu mesmo não respeito meu horário de trabalho, trabalhando quando deveria estar descansando e descansando quando deveria estar trabalhando.
Muitas vezes não estou no clima de ir a lançamentos e estréias, mas fico pensando que são esses momentos que podem me abrir oportunidades. Então eu vou, mas eu acho meio estranho quando alguém me diz que tenho que fazer network. Sair pra trocar cartões que eu nem tenho, com pessoas que não conheço. Esse tal de network já faz parte do que eu sou, descobrindo novas pessoas e fazendo amigos. Sem forçar a barra.
De vez em quando eu consigo emplacar um projeto através de Lei de Incentivo, o que me dá um certo respiro por um curto espaço de tempo, mas eu vejo com suspeitas esse boom dessas tais indústria e economia criativas, uma vez que não entendo muito bem como isso vai ajudar na prática a desenvolver a minha vida, a forma como eu trabalho e a maneira com que ganho meu dinheiro, sem necessariamente atingir a integridade do que faço.
Apesar de estar crescendo e evoluindo na minha carreira, muitas vezes tenho a sensação de que estou dando voltas no mesmo lugar, correndo atrás do meu próprio rabo. Não consigo ter a regularidade que gostaria, gerando oportunidades em um fluxo estável.
Às vezes tenho vontade de ter emprego fixo, carteira assinada, plano de saúde, ferias pagas, 13º salário… em um escritório fechado, com gente chata e careta, fazendo trabalho sem graça… daí a vontade passa.
Eu até já tentei trabalhar em um ambiente um pouco menos criativo e mais comercial, mas tinha a sensação de que estava vendendo minha alma ao diabo, por um preço bem camarada, já que o salário e as condições também não eram lá grandes coisas.
Já pensei em desistir mais vezes do que você possa imaginar, mas quando penso na minha felicidade, sei que minha motivação é intrsínseca, não necessariamente vem só de dinheiro ou reconhecimento. Eu amo fazer o que faço e não me vejo sendo feliz fazendo outra coisa. Muitas vezes até não sei se consigo fazer outra coisa. Já pensei em abrir uma loja de empadas, mas a ideia passa rapidinho quando penso que não dá pra ficar sem cantar, dançar, atuar, tocar, escrever, pintar, criar, fazer arte.
Aos poucos tenho aprendido palavras como marketing, redes sociais, network, cadeia produtiva, empreendedorismo, já que dizem por aí que isso pode me ajudar a melhor professar a minha arte, mas sinto que o artista que vive em mim fica meio escondido por trás de planilhas de custo, contas à pagar, orçamentos, objetivos e justificativas.
Minha meta de vida é trabalhar 100% com arte, sem precisar me envolver em projetos com os quais não me identifico conceitualmente e esteticamente.
No fundo eu sou feliz por exercer minha liberdade artística e criativa, mas a perrenga financeira vez ou outra diminui minha confiança no futuro e minha paixão pelo que faço. Já o amor, esse continua intacto.
E pra você que olha de fora, minha vida pode até parecer mais fácil que a sua. Saiba que sou artista e trabalho com arte. Eu não mexo com arte. Com arte não se mexe, é coisa muita séria pra se mexer.
Texto inspirado nas entrevistas realizadas para o artigo “Precarity in the music sector of the city of Belo Horizonte: characteristics and strategies”, durante Mestrado em Empreendedorismo Cultural e Criativo, na Goldsmiths University of London.

Sempre na memória!!!


A cuca te pega - Cássia Eller

A magia de Cássia Eller é tanta que quando ela regravou esta música em 2000 para a volta do Sítio do Pica Pau Amarelo, não tinha só uma criança que eu convivesse que não fosse roqueira amante da Cássia. Essa foi hit da Criançada.

Cassia Eller falando dela mesma por Nando Reis!!!!

Cassia Eller falando dela mesma por Nando Reis!!!!

Na Cadência do Samba - cassia eller - teatro franco zampari

Cassia Eller 10 anos de Saudades!!!

Se lembra quando a gente...


10 anos sem Cássia Eller: um hiato de atitude na música brasileira


Cássia Eller nasceu Cássia Rejane Eller, na cidade do Rio de Janeiro, em 10 de dezembro de 1962. Devido às constantes mudanças, que eram comuns na carreira militar de seu pai, ela passou sua infância e adolescência morando em várias cidades brasileiras. Viveu em Belo Horizonte, Santarém, novamente no Rio, e em Brasília. Aos 14 anos, quando ganhou seu primeiro violão, começou a cantar, mas foi na capital do país que ela decidiu apostar na carreira musical. Mesmo jovem, fazia shows em barzinhos da cidade, cantava em corais e participava do primeiro trio elétrico brasiliense, no qual cantou por dois anos. Mas foi apenas quando gravou uma fita demo com a música “Por Enquanto”, da banda Legião Urbana, que Cássia Eller despontou no cenário musical. Pela gravadora Polygram, ela gravou seu primeiro CD, intitulado simplesmente “Cássia Eller” e a música composta por Renato Russo acabou sendo o seu primeiro sucesso.
Seu segundo álbum, “O Marginal”, não teve grande repercussão, mas consolidou o notável timbre grave de sua voz. No terceiro disco, também intitulado “Cássia Eller”, gravou a canção “Malandragem”, de Cazuza e Frejat. A música havia sido escrita para Angela Rô Rô, que não quis gravá-la, e foi então dada de presente para Cássia, por Frejat. A música foi um grande sucesso de sua carreira. Na época, seu filho, Francisco Eller, tinha acabado de nascer. A artista realizou, em seguida, o show “Violões”, que contava com três instrumentos no palco: o de Cássia (ausente apenas em “Música Urbana 2”), o de Walter Villaça e o de Luce Nascimento. Em seguida, a cantora gravou “Veneno AntiMonotonia”, com regravações de músicas de Cazuza, em 1997. Em 1999, lançou “Com Você… Meu Mundo Ficaria Completo”, conseguindo imprimir a suavidade que faltava em suas músicas, já que o filho dizia que ela “cantava gritando muito”.
A roqueira esbanjou carisma no Rock in Rio III
Cássia era dotada de uma timidez desconcertante, quando conversava, e ao mesmo tempo, de uma rebeldia juvenil, quando subia aos palcos. Em suas apresentações, quase sempre se via gestos como coçar as partes íntimas, cuspir no chão ou mostrar os seios. Sua presença de palco era intensa e sua capacidade de se apropriar das músicas que cantava era indiscutível. A artista cantava blues, rock, MPB e samba com a mesma maestria; sem criar diferenças ou barreiras entre um gênero musical e outro. Na verdade, em sua voz, tudo era simplesmente boa música. Apesar disso, Cássia compôs apenas três das muitas canções que interpretou.
Ao cair da noite daquele fatídico dia 29 de dezembro de 2001, ouvia-se o anúncio de morte da cantora Cássia Eller. Há exatos 10 anos, interrompia-se a trajetória de uma das mais singulares intérpretes da música brasileira. A roqueira estava no auge de sua carreira após um ano de intensa produtividade. Foram levantadas suspeitas de que a causa da morte estava diretamente ligada ao uso de drogas, já que a cantora fez uso de álcool e cocaína por muitos anos. Mas sua autópsia descartou essa hipótese e confirmou o diagnóstico de morte em razão de um infarto do miocárdio, resultante de sequenciais paradas cardiorrespiratórias.
O Brasil perdeu Cássia em um momento de grande visibilidade e intensa produção de sua carreira. Para os mais íntimos, ela estava cansada e abalada emocionalmente, além de não saber lidar com o assédio decorrente daquele sucesso. Seu filho, que ficou conhecido como Chicão, (fruto de um relacionamento com o baixista Tavinho Fialho, falecido em um acidente automobilístico), vive hoje com Maria Eugênia Vieira Martins, sua companheira de vida .
Cássia Eller teve uma meteórica, porém marcante, carreira de 12 anos. Gravou nove álbuns, entre discos de estúdio e apresentações ao vivo. Aquele ano de 2001 tinha sido um dos mais produtivos: tocou no Rock in Rio III, em janeiro e gravou o especial “Acústico MTV”, que culminou em uma turnê de 95 shows em apenas sete meses. O CD “Acústico MTV” já superou a marca de um milhão de cópias vendidas.
Cássia sempre brilhou nos palcos
Em breve o público terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre Cássia através do documentário de sua vida, que deve ser lançado na data que se comemoraria seu aniversário de 50 anos. A direção é de Paulo Henrique Fontenelle, autor do premiado “Loki” sobre o músico Arnaldo Baptista, e já está em processo de pesquisa e coleta de registros para ser roteirizado.
Enquanto isso, os fãs podem conferir os recentes lançamentos do CD “Relicário – As Canções que o Nando Fez pra Cássia Cantar”, produzido por seu grande amigo Nando Reisjuntamente com Felipe Cambraia, e da “Caixa Eller ou O Mundo Completo de Cássia Eller”, homenagem da Universal Music à cantora, que incluiu nove CDs de carreira e o DVD do inesquecível show “Violões”.
Cássia Eller imprimiu seu nome na música com uma voz marcante, uma irreverência admirável, uma gargalhada despojada e muita simplicidade. Ela gostava de cantar e conseguiu agradar público e crítica. Não há como preencher o espaço vazio que deixou, mas há como lembrá-la sempre e não permitir que ela entre para o grupo dos grandes artistas que caíram no esquecimento popular.
Relembre a seguir um dos grandes momentos da carreira de Cássia Eller e também da música brasileira:

28 de dez de 2011

As melhores de todos os tempos do Face Book




O Senhor Vídeo Clipe

Pra começar a dizer adeus a 2011


26 de dez de 2011

Sem Palavras!!!!!!!!!!

Semisubversiva Cassia Eller - Rubens

24 de dez de 2011

A Descoberta

20 de dez de 2011

Péricles Cavalcanti - Eu queria ser Cássia Eller

Essa eu queri ter feito!

Tudo de Bom para a Globo!!!

Receber uma estrela do Porte de Titina não é para qualquer um.
Todo amor que houver nessa vida, amiga!!!

FEIA, FEIA, FEIAAAA!!!



Um motorista de táxi ia guiando numa grande avenida de S.Paulo percebeu uma linda mulher caminhando na calçada uns metros adiante e fala ao passageiro que levava no carro:
- Olha que mulher bonita! Nossa, ela é um  avião!
E o passageiro responde  gritando:
- Feia!
O motorista:
- Feia  nada! Ela é gostosona pra caramba!
E  o passageiro gritando de novo:
- Feia!!!!  Feiaaaaa... 

-  Que feia o quê!! Tá louco??? - responde o motorista.
E o passageiro aos berros:
- Feia! Feia! Feiaaaaa !
O motorista, que não estava olhando  pra frente, bate em outro carro.
Fica  louco da vida e fala pro passageiro:
- Pô cara! Cê viu que eu ia bater!!! Por que não me  avisou?
E o passageiro:
-  Aralho!!! Eu ava itando:- feia... feia.... E ocê num feiô.  É urdo é???
Zi udeu...

O PINTO DO PADRE

O vigário de um vilarejo tinha um pinto (pintinho...!!!) como mascote, o Valente.
Certo dia, o pinto Valente desapareceu, e ele achou que alguém o havia roubado.
No dia seguinte, na missa, o vigário perguntou à comunidade:
- Algum de vocês aqui tem um pinto?
Todos os homens se levantaram.
- Não, não, disse o vigário, não foi isso que eu quis dizer.
- O que eu quero saber é se algum de vocês viu um pinto?
Todas as mulheres se levantaram..
- Não, não, repetiu o vigário... o que eu quero dizer é se algum de vocês viu um pinto que não lhes pertence.
Metade das mulheres se levantou.
- Não, não, disse o vigário novamente, muito atrapalhado.
-Talvez eu possa formular melhor a pergunta:
- O que eu quero saber é se algum de vocês viu o meu pinto?
Todas as freiras se levantaram.


Esqueçam, esqueçam ....vamos continuar a missa!!!!!!!!!!!!!!!!

Feliz Natal Nação Caningada

19 de dez de 2011

Foda-se o resto!!!

10 anos sem Cássia - Achado Inédito

10 anos sem Cássia - A grande performance

Oportunidade de Político é assim:


Um sujeito vai visitar um amigo deputado federal aproveita para lhe pedir e um emprego para o seu filho que tinha acabado de completar o supletivo do 1ºgrau.
- Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom...
- Quanto doutor?
- Pouco mais de 10 mil reais!
- Dez Mil? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que fazer com tudo isso não, doutor! Não tem uma vaguinha mais modesta?
- Só se for para trabalhar na assembleia. Meio período e eles estão pagando só 7 mil!
- Ainda é muito, doutor! Isso vai acabar estragando o menino!
- Bom, então tenho uma de consultor. Estão pagando 5 mil reais por mês,serve?
- Isso tudo é muito ainda, doutor. O Senhor não tem um emprego que pague uns mil e quinhentos ou até dois mil reais?
- Ter eu até que tenho, mas aí é só por concurso e é para quem tem curso superior, pós-graduação ou mestrado, bons conhecimentos em informática, domínio da língua portuguesa, fluência em inglês e espanhol e conhecimentos gerais...  Além do mais, ele terá que COMPARECER AO TRABALHO TODOS OS DIAS.

15 de dez de 2011

Um dos momentos mais incríveis na vida de Cassia Eller

Para Matar as Saudades!!! 
A nossa Maluca!

14 de dez de 2011

Inesquecível

13 de dez de 2011

Cassia Eller - A Gata mais extraordinária vamos matar as saudades!!!


Cassia Eller nessa interpretação brilhante para Gatas Extraordinárias fez eu fazer as pazes com Caetano Veloso (compositor desta) que há tempos eu tava de mal.


11 de dez de 2011

Se não sabia, Fique sabendo!!!

MUITO INTERESSANTE!!! 

Cinco informações úteis não divulgadas! Principalmente a QUARTA 

1. Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperAr um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar! www.cartorio24horas.com.br
 
Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.

Passe para todo mundo, que este é um serviço da maior importância.

2. DIVULGUE. É IMPORTANTE: AUXÍLIO À LISTA
Telefone 102... não!
Agora é: 08002800102
Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são importantes......
NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.
SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO VERDADEIRAMENTE GRATUITO.

Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo.

 
3. Importante: Documentos roubados - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade - Lei 3.051/98 - VOCÊ SABIA???

Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:
Habilitação (R$ 42,97);
Identidade (R$ 32,65);
Licenciamento Anual de Veículo (R$ 34,11)..

Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitação e Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP..

4) MULTA DE TRANSITO : essa você não sabia

No caso de multa por infração leve ou média, se você não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, não precisa pagar multa. É só ir ao DETRAN e pedir o formulário para converter a infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. Levar Xerox da carteira de motorista e a notificação da multa.. Em 30 dias você recebe pelo correio a advertência por escrito. Perde os pontos, mas não paga nada.
Código de Trânsito Brasileiro
Art. 267 - Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa. 

5) ARTISTA FAMOSOS FICAM EM FORMA COM EXERCICIO E DIETA?

Tudo mentira, os famosos tem uma receita secreta que deixa o corpo em forma sem esforço,
porisso conseguem perder peso muito rapido.
Tem uma coluna da Globo que mostra como funciona - http://www.colunaglobofamosos.com.br/ 

DIVULGUEM PARA O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS POSSÍVEL. VAMOS ACABAR COM A INDÚSTRIA DA MULTA!!!!

Gostaria, se possível, que cada um não guardasse a informação só para si

Cássia Eller e Victor Biglione - Mercedez Benz - (Music by Janis Joplin,...

10 de dez de 2011

Em Primeiríssima mão

Tive a honra; depois de muita luta, persistência para marcar a agenda, finalmente consegui e vou dividir com você pessoa ocupada que diariamente ler este cybermundinho. 
Ladys and gentlemans: Com vocês: Gardênia Lucia



Pois Bem! Além de ser musa dos boêmios, uma cozinheira de mão cheia, mãos? Quem encontrar com 
Gardênia precisa ver que mãos macias. Ela é imbatível no Beco da Lama, seja na simplicidade, seja no carisma ou seja na pronúncia. Acompanhe agora a nossa entrevista exclusiva:

C - Como você se sente, sendo a Lady Gaga do beco da Lama?
G - jbvjbjfn,bm nbm cmb lkhnirlngl;mvl, c\;.vmflrmg;kltnjhf bmc m,smLCmWLFjeGJNKLDNVc vmc mc vnfbv jfbgjfnbjfnb,fnbcbn ,gmngnmGngNmg.nmngmbm.bm,mbgmbgmnkgmnkgmn;snlmgLNGNlhmnlhmnb ,v., .bmgmnçgmnçgmngmngmnbmbv,mbv.mhblxghxlgtnlgmn.gmnx

C - Qual foi a sua emoção em ser homenageada com o Gardênia's Day? Ter um dia só seu?
G - pwkgpekdfsd,;mvxv c,bv c, v,bv,bm fdnvkifjijijibjgfibjijbijvbivjijvijivitjtjjtjigbjfgibjfibjibjijbigjbkm m,,vmbfmb,fmbmjtsjthjt5ohj5ojhkfnkfdhifjkvbm;mb;toçhktkKFDkgfbkfnb,jkhnindmfls;,fekgkroçjgfknkfnb,mv bn,.v bfmçokgkb

C - Qual foi o Bar que você mais gostou de cozinhar?
G- Todos, mas o onrgshntunshustnnbnbçlrthxrjtnhustnhunhut foi muto bom. 

C - Qual a sua música preferida?
G - Onde estará o meu amor de Bethânia

C- quem você levaria para uma ilha deserta?
G - ngjfnghmgmhitmhitmhkgmnkgmkçhnghngmnpot

C -Você já fez amor com alguém muito conhecido do Beco da Lama?
G - Sim.

C - Quem?
G - gjnifgmnkgmn;hxmn;hymnkhmn;khmnHmn,fjuçorzjngunthothuyimiym,dungurngtmmh~kemgñ
UAÇNRHÇUNT,THORJITHTJHITJHITJH4JI3KRWJ,EHUHTERUGROJGRIOTHJAT, FNFURNGUTGUAHE5UP5EU, nvjutrngtynyrçhtjgmt~hmjitjuynuto e fbhvtbhtbtnhtnbhuitnhuthup

Tô passado!
C - Deixe uma mensagem de otimismo para o ano que se inicia e para todos os frequentadores do Beco da lama:
G - vnnnrthununhjuymnmçemfmfb  snhgtmngmnmgknmgmnkv tkmbi~ktmitmbkg mrtimtkmt~g kgmr~kthmt~hmtihmtimhtkmb krmgrm~skmh}Rg, ngjnhtih tggtgthtgjntnuhnthnçwerj94t5885hyrngjfb rngu vnjtnguthguth grnguthththjitjhbg t,otyinyinj9ykhg]egodkahmktgk bf;bm454ktjyq76efE}fbm,fbmt~lis~tibmkg
Beijos!!!

Para finalizar, uma Poesia de Gardênia e os cartazes das edições do Gardênia's Day


Nos Lagos do amor

Para o meu Leléo




Nos lagos,
nos rios de amor
que te encontrei
te amei.



E gostei.



Hoje, as coisas são diferentes:
são diferentes as flores
as rosas
do nosso jardim



Para te amar outra vez,
basta lembrar o beijo que te dei,
esse beijo de saudade
do amor que a ti devotei.



Nossas vidas, sei
merecem um novo encontro.
Aquele amor que te dei
Foi, de todos,
o mais sincero: amei!



Gardênia Lúcia




Aniversário de Cássia Eller

Não poderia ser em outra data para minha querida Cássia Eller ter nascido 10/12 que também é o dia do Palhaço. Por isso se explica todo o seu lado tão moleca. E em dezembro de 2011 também lamentamos sua partida tão repentina. Para isso de hoje até o dia 29 estarei postando curiosidades sobre a nossa mais extrovertida cantora. Saudades!!!

* 10/12/1962 + 29/12/2001




SEM GRAÇA

Feliz dia do Palhaço!

Sem Graça
 Hoje não quero teu sorriso.
 Quero tua atenção para me olhar.
 Quero teu silêncio para me escutar.
 Quero tua presença para me ouvir.
 Hoje não vou fazer piada para te alegrar.
 Não vou pintar a cara para te agradar.
 Não vou abrir o circo para te divertir.
 Hoje vou ficar imóvel em silêncio.
 Sem piruetas, sem cambalhotas.
 Sem graça.
 Hoje o meu silêncio fala mais.
 Hoje o meu rosto já não tem cor.
 Hoje o meu sorriso se perdeu.
 O seu palhaço já se foi.
 A alegria já Morreu.

Ruy Rayol  (Palhaço Zé Badalo).

 
Homenagem a todos os palhaços que já se foram e que com sua alegria divertiram e encantaram milhares de pessoas.

6 de dez de 2011

Para se divertir e sorrir

3 de dez de 2011

Coisas que só o carnatal é capaz de fazer

Olha a minha discussão a respeito do Carnatal com Ricardo Chaves no Twitter:

Alegria - Arnaldo Antunes (1995)

E de agora em diante... Aos Filhos dos Hippies.wmv

Sem Palavras

Isso é que é um Maridão

A mulher acorda o marido no meio da noite e diz, emocionada: 


- "Querido, sonhei que você estava me dando um colar de brilhantes! 
"O que será que esse sonho quer dizer?" 



E ele responde: 
- "Você vai saber no dia do seu aniversário meu amor..." 

O aniversário chega, o marido entra em casa com uma caixa retangular, 
maravilhosamente decorada. 



A mulher se agarra ao pacote quase chorando de emoção, rasga o papel, 
abre a caixa e dentro encontra um livro: 

2 de dez de 2011

Gutemberg Silveira - Jingle Prefeita Micarla

É trabalho aqui, é trabalho agora...

Natal sem celebração

Yuno Silva - repórter
A notícia recebida pelo elenco do Auto do Natal na noite dessa quarta-feira (30) caiu como uma bomba no colo do já maltratado segmento cultural: o mais tradicional espetáculo do ciclo natalino promovido pela Prefeitura do Natal foi cancelado por falta de recursos para viabilizar sua produção. Orçado em R$ 800 mil, sendo R$ 480 mil para cobrir a parte artística da montagem, o projeto deveria ter sido apresentado em tempo hábil para análise da Comissão Nacional de Incentivo a Cultura (CNIC/MinC), que definirá se a proposta enviada fora do prazo será aprovada ou não na lei federal Rouanet de incentivo.
Júnior SantosAuto do Natal ganhou projeção de megaespetáculo de fim de anoAuto do Natal ganhou projeção de megaespetáculo de fim de ano

O atraso na apresentação do projeto foi ocasionado por impedimentos da Fundação Cultural Capitania das Artes junto ao Ministério da Cultura, pendências percebidas em julho e só resolvidas na última semana de novembro. Diante das incertezas, pois a proposta ainda pode ser rejeitada pelo CNIC/MinC, a 14ª edição do evento foi descartada da programação do Natal em Natal faltando pouco mais de 20 dias para sua estreia. Com a decisão, não haverá mais nenhuma atividade do Natal em Natal na Ribeira. 

A reportagem da TRIBUNA DO NORTE esteve na Funcarte, na manhã de ontem, na intenção de ouvir o presidente da instituição Roberto Lima a respeito do assunto, mas ele estava de licença médica. A coordenadora geral da programação do Natal em Natal, Rosy de Sousa, irmã da prefeita Micarla de Sousa (PV) e titular da Secretaria Municipal de Política para as Mulheres, não foi localizada para dar uma declaração oficial em nome do município. O celular de seu assessor direto, Max Almeida, cujo número foi informado pela Assessoria de Comunicação do Município, só chamou.

O grande problema é que os ensaios iniciaram há 15 dias, e o desfecho da questão que envolve diretamente 68 atores mais equipe de direção e produção ainda é incerta. Diana Fontes, diretora do espetáculo, confirmou o cancelamento do Auto do Natal e informou que a Prefeitura lançou duas opções para o elenco na tentativa de contornar a situação embaraçante: ou os atores recebem R$ 1 mil (em janeiro de 2012) como indenização pelas duas semanas de ensaio, ou aceitam migrar para o espetáculo "Presente de Natal" recebendo R$ 1,5 mil por quatro apresentações. 

"Conversei com Bianca Dore, diretora do 'Presente de Natal', e ela topou absorver os artistas do Auto interessados em participar. Ainda não temos o número exato de pessoas que irão se incorporar, mas já começamos a planejar algumas mudanças", disse Diana, que também acumula a coordenação geral do Presente de Natal. Tia de Bianca Dore, Diana Fontes já dirigiu algumas edições do Presente e lembra que o espetáculo é o mais antigo Auto natalino encenado no RN com 15 anos de estrada - o segundo é o próprio Auto do Natal (14 anos) e o terceiro o Auto da Liberdade em Mossoró (13 anos).

Diana afirma que a proposta de incorporação lançada aos atores do Auto foi acatada por quase 40% do elenco. "Ainda veremos como será equacionada a ampliação do número de apresentações do 'Presente de Natal', pois estavam previstas apenas quatro dias (15 a 18) de encenação no anfiteatro da UFRN", disse.

Com a brecha deixada pelo Auto do Natal da Prefeitura, agendadas para os dias 21, 22 e 23 (na praça Pedro Velho) e 25 de dezembro (zona Norte), será preciso conciliar a agenda dos atores. "Nem todo mundo poderá participar das oito apresentações, e quem participar ganhará uma gratificação no cachê", adiantou Diana Fontes. A Prefeitura vai disponibilizar R$ 126 mil reais para indenizar os ensaios e incrementar o pagamento daqueles que migrarem para o Presente.

De Gringo Cardia a Lenício Queiroga, Auto existe há 14 anos 

Inserido no calendário natalino da capital potiguar a partir de 1998, o Auto do Natal tinha um formato híbrido nas primeiras edições: um cortejo conduzia o público da Catedral Nova até às margens do rio Potengi, onde a encenação ocorria sobre uma grande balsa. Antônio Abujamra, Marcos Bulhões e Gringo Cardia trabalharam nessa época. Em 2002, a montagem contou com texto de Clotilde Tavares, direção de Marcos Bulhões e cenografia de Cardia. No ano seguinte, o Auto passa a ser apresentado no anfiteatro da UFRN com direção foi de Moacyr de Góes, que repetiu a dose em 2004 - ano que teve Flávia Alessandra, Elba Ramalho e a mossoroense Tony Silva no elenco. 

A partir de 2005, quando Dácio Galvão assume a presidência da Funcarte, o Auto já tinha se transformado em um mega-espetáculo e o grande diferencia adotado foi o revezamento na direção, na autoria do texto e na composição da trilha sonora original. Este ano, a peça teve direção de Paulo Jorge Dumaresq e texto de Moacyr Cirne. 

Em 2006, ano que o espetáculo começou a ser encerrado por shows de grandes nomes da MPB como Simone, Zé Ramalho, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Rita Lee, Titãs e Paralamas do Sucesso, Roberta Sá e Alceu Valença, o texto do Auto foi de Ney Leandro de Castro, Lenício Queiroga comandou a direção e os irmãos Galvão Filho e Babal assinaram a trilha sonora. Véscio Lisboa e Paulo de Tarso Correia de Melo, respectivamente diretor e autor do texto, protagonizaram o Auto 2007. No ano seguinte, Marize Castro (texto) e Lenilton Teixeira (direção) formaram a dupla principal.

Em 2009, de volta ao anfiteatro da UFRN, Bibi Ferreira emoldurou a primeira versão do Auto já sob administração de Micarla de Sousa. A trilha sonora foi de Valéria Oliveira e Luiz Gadelha, direção de Henrique Fontes. Vale lembrar que se chegou a cogitar a abertura de edital público para escolher o texto, a escritora Clotilde Tavares foi sondada mas a proposta acabou abortada pela Funcarte. O texto de Edson Soares emplacou pela primeira. Ano passado, Diana Fontes dirigiu a encenação do Auto, que pela segunda vez utilizou o texto de Soares.

Artistas não aceitam proposta de "migração"

O arte educador Danúbio Gomes, do projeto Pau e Lata, estava no elenco do Auto do Natal e é dos que não aceitaram a proposta de se incorporar ao "Presente de Natal". Ele contou que foi formada uma comissão para representar os artistas: "vamos formatar uma carta de repúdio  decisão da Prefeitura"`. Gomes informou que havia três faixas de cachês no Auto do Natal, de R$ 3, R$ 2,5 mil e R$ 2 mil. "Não dá para se sujeitar. Participei em 2010, fui convidado este ano mas não admito a falta de respeito".
Rodrigo SenaDiana Fontes diz que parte do elenco concordou em se integrar ao Presente.Diana Fontes diz que parte do elenco concordou em se integrar ao Presente.

A atriz Vânia Maria Rodrigues, que também estava no elenco do Auto ano passado, é outra que não acatou a proposta. "Isso é uma tremenda loucura. Vou aceitar os R$ 1 mil pelos ensaios e pronto", disse ainda atordoada com a notícia.

Ramona Lina lamentou o ocorrido e disse que ainda "espera uma conversa oficial" entre Prefeitura e elenco. "Já trabalhei no 'Presente de Natal', amo o espetáculo, mas não vou aceitar a proposta, não me sinto à vontade para chegar na reta final e com todas essas condições impostas".

A atriz e bailarina Carol Reis ressaltou que estão oferecendo R$ 500 por quatro apresentações - "pois R$ 1 mil já estão garantidos pelos ensaios. O problema é que não há contrato nenhum com a Funcarte, é tudo só promessa. Qual a garantia que temos? Sem falar que ninguém da Capitania deu satisfação", indigna-se. Carol também não participará do Presente de Natal.

Presente recebe incentivo das leis de cultura

Criado em 1997, o espetáculo Presente de Natal passou uma década vinculado à Fundação José Augusto. Após passar alguns anos ser ser realizado, Diana Fontes ganhou o direito de usar a marca e desde 2007 o evento passou a ser particular. Este ano, o espetáculo está enquadrado nas leis municipal (Djalma Maranhão) e estadual (Câmara Cascudo) de incentivo e conta com patrocínio da Cosern, Rio Centar, Banco do Brasil, Hotel Rifóles e Cei-Romualdo Galvão.

Com elenco formado por 40 atores e um coro infanto-juvenil formado por 240 vozes, a peça aborda temas como generosidade, fraternidade e amor ao próximo. O Presente traz texto assinado por Cláudia Magalhães e Danilo Guanais, figurino de Isaque Galvão, coreografia de Bianca Dore (também diretora) e Manoele Flor. A montagem será encenada nos dias 15, 16, 17 e 18 de dezembro, no anfiteatro da UFRN, sempre às 20h.