29 de dez de 2009

Já que o Reveillon será programa de índio em Natal, o negócio é antecipar

PRÉVEILLON DA CIDADE
Noite especial no Bardallos antecipa chegada de 2010 com a realização do Préveillon da Cidade. Na programação três horas de show com a banda de pop rock Azúcar Jeans e o cantor Iggor Dantas.
O centro da cidade tem vários eventos e atividades culturais que acontecem nos doze meses do ano, alguns já estão no calendário como Festival MPBECO, Carnaval e desfile das Kengas, Gardênia Day, Festival Gastronômico Pratodomundo entre outros. No dia a dia o beco, e bares do centro recebem um público de todos os bairros, seja para umas cervejinhas com os amigos ou rápidas refeições. Nesta quarta-feira dia 30, o Bardallos será o cenário para a realização de mais uma festa: o Préveillon da Cidade, que foi programado para reunir todas as pessoas que freqüentam durante o ano o beco da lama e suas adjacências, será uma confraternização com muita música.
As atrações
A Banda Azúcar Jeans vem surgindo no cenário potiguar trazendo boa música num repertório eclético e dançante. Para o Préveillon da Cidade preparou um show recheado de clássicos que marcaram época no Brasil e no mundo. Sucessos do Barão Vermelho, Paralamas, Skank, Cazuza, Djavan, Amy WhineHouse, Michael Jackson entre outros serão interpretados pela banda que tem em sua formação os músicos Jonathas Rodrigo (contrabaixo e vocal), Diego Moura (Guitarras e vocal) e Edney Sousa (bateria). O nome da banda vem do apreço dos integrantes pela música latina. “A palavra Azúcar é um termo bastante usado pelo o povo caribenho lembra algo desejado, festa, Glamour, e o ‘‘jeans” é uma peça comum do vestuário usado por pessoas de todo o mundo e está em todos os lugares assim como a música. Juntamos e assim surgiu o Azúcar Jeans´´ explica o vocalista Jonathas Rodrigo. A banda faz sua estréia no centro na noite do Préveillon da Cidade.

Com dois anos de carreira solo o jovem cantor Iggor Dantas, é uma das revelações da música no RN, tem a base dos seus shows, focado no suingue e no balanço. Black music, samba funk e reggae, permeiam suas apresentações. Sucessos de artistas como Tim Maia, Sandra de Sá, Seu Jorge, Cassiano e Jorge Bem Jor serão interpretados na festa.

SERVIÇO:
Préveillon Da Cidade
Shows com a Banda Azúcar Jeans e o cantor Iggor Dantas
Quarta- Feira dia 30 ás 20h
No Bardallos Comida e Arte
Senhas: R$ 5,00
Informações: 9175-9870

27 de dez de 2009

Festejos Duvidos, Mas há luz no fim do túneo, ou seria no fim do ano?


Este fim de ano foi tomado por uma série de eventos na cidade do Natal. De cortejos desnecessários que vão para lugar nenhum e nos levam a nada; O Auto do Natal que dispensa os meus comentários. Só tenho receios do futuro. O fiasco atual só me leva a crer que os anos vindouros estão entregues às celebridades globais. Padre galã que de uma hora para outra virou o vilão da vez...

ESPERO QUE A GALERA DE TEATRO DAQUI CRIE VERGONHA NA CARA E NÀO FAÇA DESTES AUTOS APENAS SUAS POUPANCINHAS MEDÍOCRES. TOMEM RESPONSABILIDADES SOBRE ESTES ESPETÁCULOS. ELES SÃO NOSSOS. OS PODEROSOS TÊM QUE ESTAR ATENTOS SOBRE ISTO. SÓ FALTA A GENTE SABER DISTO. TÔ DIZENDO.

Um Presente de natal, não me causou surpresas nem expectativas, já que é aquilo e aqueles desde sempre. Mas poderia enxugar mais. Trouxe um enredo que quase emocionou, porém, como diria Severino Vicente, olharam mais para a espetacularização. A história poderia ter sido mais bem contada. Cativaria muito mais e nos ganharia de novo. Ainda assim vitorioso. Voltou.
E por falar em vitória, sem querer ser tendencioso, A Festa do Menino Deus, ao qual trabalhei nas edições anteriores (deixo minha (in) direta para está de volta nos próximos) é como um filho para mim, mas vou usar do meu senso crítico ao falar dele a partir de agora:
Estava na instiga para vê-lo, pois se trata de um parto muito delicado. No decorrer do processo que já vinha com muitas complicações, até que foi cancelado gerando frustrações e muitas perguntas. Vitória para uns, tristeza para outros... Mas vitória mesmo foi para o elenco e toda a equipe técnica que se mobilizou e foi a porta da governadoria e por fim, estreou-se a Festa ontem no Largo Dom Bosco.
A platéia tão primorosa quanto à apresentação. Tudo escolhido a dedo. Tinha cheiro conquista. Um espetáculo simples. A mesma história contada em 2008, porém a simplicidade foi o elemento alvo. A magia o complemento e o cuidado e maestria em fazer essa festa uma brincadeira que nos dar gosto de quero mais. É como se nossos folguedos invadissem os palcos da Broadway. Sem que isto nos arranque a identidade e o chão. Requinte é a palavra que uso para defini-lo. Enquanto houve tanta preocupação para com o fracasso da Festa do Menino Deus, esta por sua vez, se preocupou em acontecer com responsabilidade. Ser de verdade um Auto de Presente para todos nós. Fique a vontade e receba este brinde e fim de Ano que a Fundação José Augustop oferece.
O espetáculo acontece até o dia 29/12 sempre as 19:00h. no Largo Dom Bosco. Dê-se ao luxo de curtir este belo auto natalino onde a simplicidade é o segredo.

24 de dez de 2009

Feliz Natal


Me provocaram


Eu estou mudando de cor até agora, Perplexo, como diria minha amiga Ked Mendes. Fui ver o Alto do Natal e não foi presiso, mais que dois movimentos dos bailarinos para eu sabero que viria. Mas houve superação e vi o pior espetáculo que já vi. UM conjunto desconexo de nada com coisa nehnuma. Estou pasmo até agora. Gostaria de lembrar, que isto é dinhiro público, amigos colegas de teatro, tá na hora de termos mais respeito, não dá para fazer uma merda daquela, apenas pensando na grana que vai ganhar, é preciso cidadania na hora de fazer as coisas. Estou me perguntado se Clotilde Tavares, veio ver este espetáculo. Ela com todo o seu cuidado, requinte e gabarito, após saber que seu texto, não seria maiis o encenado através da imprensa e na hora H, ver uma marmota daquelas. Eu tinha infartado, caso, não tivesse morrido antes. É assim que as coisas andam por aqui. É apenas o nosso primeiro Natal. Só espero que isto não sirva para desclassificar os nossos tão grandes profissionais da cidade e 2010 o Auto do natal não seja um desfile de globais. Nada contra aos globais, mas nada contra os daqui.

Aproveito e desejo a tod@s um feliz Natal e que tudo comece a se renovar!!!!!!!!!!!

Uma conquista de todos

16 de dez de 2009

Carnaval 2010 Os Preparativos já estão no ar

Contagem Regressiva......


Ônibus (ida e volta) + Casa no Centro Histórico de Olinda
Saída Dia 12/02 Retorno Dia 17/02 após os Boisnhos

Valor: R$ 400,00 (Quatrocentos Reais)
Pode ser divdidos em até 03 (três) vezes

Mais Informações:

84 8862 0727 xarianatal@yahoo.com.br


10Anos reunindo a melhor galera, proporcionando a renovaçao de amigos e escrevendo mais um belo capítulo das nosas vidas.

7 de dez de 2009


Na próxima quinta feira (10) acontece no IFRN (antigo CEFET) Campus Central, a II Conferência Estadual de Cultura do RN, com o tema Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento. A conferência tem como objetivo discutir a política cultural Estadual e Nacional e eleger os delegados do RN que participarão da II Conferência Nacional de Cultura, que será realizada de 11 a 14 de março de 2010 em Brasília. Vale salientar que durante esse semestre ocorreram Conferências Municipais de Cultura em 40 cidades do RN e elas tiveram caráter mobilizador, propositivo e eletivo.


PROGRAMAÇÃO - DIA 10/12/2009 - AUDITÓRIO DO IFRN
8h - Credenciamento dos Participantes
8h40 - Apresentação Artística – Domínio Cia. de Dança – Divertissiment
9h - Formação da mesa e Execução do Hino Nacional
9h30 - Palestra de Jorge Garcia (Ministério da Cultura) com o tema "II Conferência Nacional de Cultura – A importância das diretrizes enviadas pelo RN".11h20 - Palestra sobre Política Estadual de Cultura com o Deputado Estadual Fernando Mineiro, a Deputada Federal Fátima Bezerra e o Diretor Geral da Fundação José Augusto Crispiniano Neto
12h - Intervalo para almoço
14h - Divisão em grupos para definir as propostas do Estado
16h - Plenária de Validação das propostas para II Conferencia Nacional de Cultura, de Validação das Diretrizes para o Plano Estadual de Cultura e Eleição dos delegados do RN para a II CNC.
18h - Encerramento com Música


mais informações: 3232 5304

Promoção e Pramocinha


4 de dez de 2009

O Social do Caninga

3 de dez de 2009

Mais uma opção anticarnatal


2 de dez de 2009

Sem Comentários!!!


1 de dez de 2009

01 de Dezembro - Dia Mundial da Luta Contra a AIDS

Devido a um problema no servidor que eu uso, só agora a noite está sendo possível reforçar a importância desta data, sempre temos que está tocando neste assunto. para alguns isso pode ser banal, para outros HIV é para ser tratado com indiferença, mas como é que vamos dar ignorância, quando nunca se sabe quem é a vítima? e qual o problema dela? - Apenas o sistema imunológico parou de funcionar, mas a sua genialidade, coração e caráter estão vivíssimos. Isto Basta. tantos ídolos, alguns amigos, tantos desconhecidos e a próxima vítima? Você? não. Eu mesmo. Com você caro amigo caningado, meu coração está de portas abertas do mesmo jeito. HIV não diz nada da conduta de ninguém. A preocupação é comigo. Não tenho noção do tamanho do seu preconceito. AIDS tem que deixar de ser tabu. Pois como havia dito o Renato Russo, É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã. E como eu costumo dizer: Cazuza disse que "Meus heróis morreram de over dose" os meus morreram de HIV. Vamos deixar de hipocrisia, pois o problema está ao nosso lado e ao nosso alcance. Enquanto não houver cura para a falta de imunidade, podemos curar pelo menos os nossos preconceitos. Axé.











Lauro Corona, Renato Russo, Sandra Bréa, Freddie Mercury, e Cazuza. Artistas esses que sempre estarão comigo onde quer que eles estejam. Influenciam no meu modo de pensar, colaboram no meu caratér, amo todos eles e morrem vítimas da AIDS, mas tivem o preconceito como a arma mais violenta.

¿Vamos ao Teatro?

Os natalenses terão a oportunidade de assistir, de graça, nos dias 3 e 4 de dezembro, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão, à comédia “Alzira Power”, com Vinicius Cattani e Márcia do Valle. A atriz vive a funcionária pública aposentada Alzira, uma mulher culta, mas solitária, que consegue atrair para seu apartamento o jovem Ernesto (Cattani), um vendedor que bate à sua porta. O rapaz, casado e com filhos, revela-se uma pessoa sem sonhos, conformado com sua vida modesta e sem perspectivas. Os dois protagonizam vários “rounds”, se alternando no controle da situação.

“Estas figuras de mentalidades opostas vivem divertidíssimo confronto de idéias e desejos, absurdo e tragicômico, desafiando, com muito humor, o público a afirmar que neste país não há alguém que não conheça uma Alzira”, diz o diretor da peça, Gustavo Paso, que em 2007 emplacou um dos maiores sucessos teatrais do ano com “Ariano”, eleito pela revista Bravo! um dos melhores espetáculos em cartaz em São Paulo.

A trilha sonora é uma atração a parte nessa montagem do texto de Antônio Bivar. Os atores contracenam ao som de “Summertime” (Janis Joplin), “Nobody's business if you do” (Billie Holliday), o tema do filme “Bonequinha de luxo”, sucesso de 61 com Audrey Hepburn, “Paint Black” (Rolling Stones) e ainda Jimi Hendrix, Carmen Miranda e três composições originais de Caíque Botkay.
A história foi encenada pela primeira vez em 1969 com o nome “O cão siamês”, em São Paulo, quando recebeu o Prêmio Molière de Melhor Texto. A nova montagem foi selecionada pelo Programa BR de Cultura 2009/2010 e está sendo apresentado gratuitamente em várias cidades brasileiras graças ao patrocínio da Petrobras, do Governo Federal e da Lei Rouanet.

Espetáculo "Alzira Power”
Dias 3 e 4 de dezembro, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão
Entrada gratuita
Tel. 3222 3669

Filminho Maneiro

O Cine Mambembe exibe em sua última edição do ano, 02/12 (quarta-feira), o filme I Clowns do diretor Federico Fellini. A entrada é gratuita! Convide os amigos e venha assistir cinema no Circo Tropa Trupe.
SINOPSE
O alter ego de Fellini neste filme é um garoto que vai ao circo pela primeira vez. Enquanto os palhaços fazem suas brincadeiras, Fellini aproveita para criticar os próprios críticos de cinema, através do personagem de um jornalista que fica perguntando “o que isso significa?”. O filme sustenta sua exuberância na total falta de seriedade, incluindo o próprio Fellini, no papel de diretor pretensioso que, com sua equipe, tenta fazer um documentário com os grandes circos e seus palhaços. O filme foi feito originalmente para a TV italiana.