29 de out de 2009

Mais um Para o SANGUE DO BARRO


Quando eu Disse a Fábio de Silva que ele tivesse calma, pois o que a mediocridade da imprensa local, que vive de dar impressões pessoais sobre as coisas.

Os louros estão começando a ser colhidos.


Sangue do Barro acaba de Ganhar o Prêmio de Mostra Vidas na Tela do Fstnatal. mais um reconhecimento merecido. Ainda digo:é só o começo.

Nalva Melo Café Salão hoje está Bombástico



Muito
Edição de quinta-feira, 29 de outubro de 2009


Literatura // Civone Medeiros relança Escrituras sangradas hoje



O espaço Sérgio Vilar cultural Nalva Melo Café Salão funciona como um farol no ainda escuro e à deriva bairro da Ribeira; um foco de resistência ao preconceito contra o recanto histórico. E dentro da programação de retrospectiva dos 15 anos de contribuição à cultura natalense, apresenta hoje o relançamento da primeira edição do livro 1 de Escrituras Sangradas - Toscas Fatias de Escrevinhaduras, de Civone Medeiros.

A festa literária performática-musical será a partir das 18h, com participação de Luiz Gadelha, Múcia Teixeira, Rosane Félix & Coletivo AME, Wecsley Cunha, Jota Mombaça & Companhia Ltda, Allan Talma & Janaína Spineli, João Alexandre & Rodrigo Silbat, e Simona Talma com "Jazz Walk" em Ensaio Aberto, entre outras atrações. Entrada franca.

Quem reza com a cartilha da poeta e quem deseja se converter às suas preces, deve ir à festa de lançamento da coletânea que reúne agora o velho e o novo testamento com a junção do segundo volume da obra. Vai ser um encontro com recital de poesia, exposição de fotografias, performances e um toque-show, além dos inevitáveis encontros casuais e reencontros de quem não se vê há tempos nessa selva de pedra. A própria autora diz: "será uma noite de intervenções urbanas e humanas".

O livro foi lançado em 1999 com 45 poemas. Segundo a própria, está tudo se encaminhando, "com tiragem pequena, mas sairão do prelo dois livros, ou seja, as Escrituras Sangradas são mesmo como a Bíblia, uma única obra, porém, com livros distintos".

O Livro 2 - Ave de Arribaçã ou a Propósito de Viena e Outros Ondes - começou a ser escrito após o lançamento do primeiro, quando a escritora voa à capital austríaca e vive uma nova fase de sua vida.

“Nas suas performances, carvões, fígados e caranguejos fazem parte do figurino e cenários, seus recitais imprimem coragem e excita as veias dos que presenciam cada interpretação", assim testemunhou o produtor Marcelo Veni, assim se propõe a ser a noite do (re) lançamento das Escrituras de Civone. Não com esses mesmos elementos, mas com a mesma empolgação e sinceridade. O livro 1 traz prefácio assinado por Bianor Paulino.

Serviço
Retrospectiva Literária 15 anos Café Salão
O que: Escrituras Sangradas (re-Lançamento)
Data e hora: Hoje, às 18h
Onde: Nalva Melo Café Salão (Av. Duque de Caxias -
Ed. Bila, 110 - Ribeira).

Só desejo sorte para nós pobres Natalenses

Estou me preparando pscologicamente para absorver o que virá da capitania. vou reescrever alguns trechos da entrevista do meu querido Rodrigues Neto ao ser mepossado ontem:

Por Michelle Ferret:

O novo secretário de Cultura do município se diz um “bailarino frustrado”. Ele que desistiu das artes por medo de morrer de fome e se formou em jornalismo


Além da política de eventos, quais seus planos para a política cultural?
Rodrigues Neto: Essa parte está nas mãos do meu amigo Gustavo Wanderley. É ele quem entende de cultura, é gestor da Casa da Ribeira, sabe o que é sobreviver de cultura, vive isso na pele. Será uma gestão de parceria, cultura ela ganha muitas possibilidades na formação, manter espaços e conseguir valorização da cultura nos bairros, dos animadores culturais dos bairros. A gente vai tentar reconstruir tudo e não queremos reinventar a roda. Nem Augusto Boal nem só os Mestres, queremos olhar por todos, uma cultura para todos.


Veja a Matéria na Íntegra:



Porra! Não precisa ser isto ou aquilo, seja democrático, competente e acima de tudo com um olhar aberto para todas as tendências.

Por Eliana de Lima: (Shoquey Pirua!)
Piadista, ele disse: - “Na época eu queria Micarla no PV a todo custo. Um dia falei a ela: Micarla o Partido Verde é bom, não é só de maconheiro não... (risadas).
Veja na Íntegra!
Eu não vi a menor graça!
Deixo bem claro que meu carinho por Rodrigues Netos é muito grande. Afinal, quem é da Cidade da Esperança, nunca perde o elo nem com a comunidade, nem com quem tem suas raizes lá. É o caso de nós dois.

Mas sempre achei que isto não seria tão bacana assim para a cultura de Natal, que com certeza, não ficará tão Feliz Assim. Espero está flando Besteira. Mas foi ele que já começou lá na Posse....

28 de out de 2009

Me Dê uma Cachaça Que eu tô amargo de Mais pra beber cerveja

Tá chegando mais um grande acontecimento no Beco da Lama. Só não estarei no primeiro sábado, mas nos demais. com certeza.

Santa Ignorância

É a Padroeira dessa galera nesse video:

Cheiro de Novidade no Ar...

Como já havia falado, este espaço que teve como idéia ser uma coluna anti-social. não poderia deixar de ter um espaço reservado para entrevista, daquelas com perguntas prontas, que todo mundo detesta, mas o mundo lê?
Sempre que a lampadinha aparecer, significa que alguém respondeu as minhas IMBECILIDADES.


Algumas pessoas já foram contactadas a responder, outras já mandaram respostas, e meu sonho é conseguir entrevistar ela: a minha musa do Caninga. A minha, a sua, a nossa Querida Prefeita Micarla de Sousa. Será que ela concede as Imbecilidades? Você pode me ajudar Madame Butterfly?.

Para começar, tem que ser em grande estilo! E para ser assim:


ALBERI BOIASKI



Esse cara é meu amigão (mas eu sou muito tendencioso) Amante de Rock and Roll, Gaúcho de Giruá desde que nasceu (Já nasceu suspeitoso) sob o sol de sagitário. Bancario de profissão e Enche a cara por devoção. Nas poucas horas vagas que lhe resta, ele dorme e ouve música.

Agora vamos a um tete-a-tete Imbecil com Alberi Boiaski
IM: O que é pior: fila de banco ou carro de som em posto de gasolina?
AB:Carro de Som em qualquer lugar, por quê: Não existe vida inteligente pilotando os carros com aqueles puta som, portanto o mau gosto é inerente, alguém já escutou música de qualidade saindo de um destes troços?

IM: Um bola a fora na atualidade?
AB: José Agripino

IM: Um programa de Índio?

AB: Ir ao alecrim de ressaca no sábado de manhã.

IM: Quem você deixaria numa ilha deserta?
AB: Todos os filiados do DEMO

IM: Um lugar que fica na baixa da égua?
AB:Giruá, a cidade onde nasci, o único ser inteligente que nasceu por lá fui eu e, assim que pude me mandei.

IM: Um filme que você indicaria para um inimigo?
AB: Titanic. Faz uma viagem no tempo e coloca todos eles dentro, principalmente o roteirista, o diretor e o elenco.

IM: Uma comida que você detesta?
AB: Qualquer coisa com coentro.

IM: O que te dar ódio em ver?
AB: Falta de educação.

IM: O que te broxa?
AB: Discutir a relação.

IM: Uma frase imbecil:
AB: “Um beijo no coração" - A máxima das pessoas que tem o QI da Carla Peres.

Alberi. Muito obrigado por dá o ponta pé inicial neste espaço. Que você e toda a galera que passar por aqui se divirta e UM BEIJO NO CORAÇÃO.

27 de out de 2009

Linda Rejane Luna

Hoje é dia de Festa Presidencial

Hoje quem está em festa é o nosso querido Presidente Lula. Desejo a ele tudo de bom. Afinal, é o mínimo que eu posso desejar para um cara, que com simplissidade vem vencendo preconceitos, rompendo Barreiras e Desconstrundo um Brasil que desde que é Brasil, seus magistrados administradores puzeram na falência. E esse cara, Analfabeto para tantos tem mudado para melhor. ainda somos incapases de ver esses avanços.
Você só me faz Lembrar aquele trecho da música béradêro do grande Chico César que diz assim:
" E uma cigana analfabeta lendo a mão do Paulo Freire" é a simplissidade da sabedoria.
Parabéns Presidente!

Salve! Salve a Rainha do Beco

Escrituras Sangradas (re-Lançamento)

Retrospectiva Literária 15 anos Café Salão
Civone Medeiros faz festa literária no Café Salão
Eliade Pimentel
Jornalista Profissional DRT-RN 875
Duas escrituras como se fossem velho e novo testamento. Ambos atuais, língua viva, sangue latejando e esquentando a pele. Assim penso em Civone Medeiros, uma mulher sincera. Não esconde desejos, revela-se vestida, esconde-se nua como uma ninfa à beira de um lago de artes. A poesia de seus escritos tem um sentimento declaradamente sóbrio, impróprio para gente impura.
Ela tem a beleza de ser a mesma pessoa, tendo passado dez anos do primeiro verso marcado a ferro em Escrituras Sangradas, Livro 1, que será relançado no dia 29 de outubro, em Nalva Melo Café Salão. Reunindo mais poemas em mais viagens pela vida afora, Civone se refaz em verso e prosa e ensaiou durante um bom tempo o segundo volume da obra. Nasceu o novo testamento, o livro 2 de Escrituras Sangradas.
Quem reza com a cartilha da poeta e quem deseja se converter às suas preces, deve ir à festa de lançamento da coletânea, marcada para começar às 18h, do dia 29. Vai ser um encontro com recital de poesia, exposição de fotografias, performances e um toque-show, além dos inevitáveis encontros casuais e reencontros de quem não se vê há tempos nessa selva de pedra. A própria autora diz: "uma noite de intervenções urbanas e humanas".
O mês de outubro – dedicado à literatura na retrospectiva dos 15 anos do Café Salão – reviverá o lançamento da primeira edição do livro 1 de "Escrituras Sangradas - Toscas Fatias de Escrevinhaduras", de 1999, com 45 poemas. Segundo a própria, está tudo se encaminhando, "com tiragem pequena, mas sairão do prelo dois livros, ou seja, as Escrituras Sangradas são mesmo como a Bíblia, uma única obra, porém, com livros distintos".
O Livro 2 – "Ave de Arribaçã ou a Propósito de Viena e Outros Ondes" – começou a ser escrito após o lançamento do primeiro livro, quando a escritora voa para a capital austríaca e vive uma nova fase de sua vida, com a filha Bianca (hoje uma linda moça) e um amor. Na mesma Ribeira, que o produtor cultural Marcelo Veni registrou em reportagem publicada no Jornal de Natal, a noite se tornou célebre e memorável.
"Nas suas performances, carvões, fígados e caranguejos fazem parte do figurino e cenários, seus recitais imprimem coragem e excita as veias dos que presenciam cada interpretação", assim testemunhou Veni, assim se propõe a ser a noite do (re) lançamento das Escrituras de Civone. Não com esses mesmos elementos, mas com a mesma empolgação e sinceridade. O livro 1 traz prefácio assinado por Bianor Paulino, que ao final a descreve em uma frase. "Civone é uma poeta que se doma com o pé sobre a garganta de sua própria canção".
O poeta João Batista de Morais Neto, mais conhecido por João da Rua, apresenta Civone no segundo volume, e declara: "o texto escrito, sangrado na página, dialoga com a performance, com o corpo solto no texto das ruas, do cotidiano, do beco, do mundo". São os becos da lama, da quarentena e das ruelas do mundo que revelam uma poesia forte e necessária para quem não tem medo de se revelar. E certa feita ela justificou para o mundo todo o seu despojamento, mandou essa direta que foi publicada na capa de um suplemento cultural: "o corpo é uma ferida aberta que a sociedade precisa descascar". Desse mal ela já nasceu curada.
Retrospectiva Literária 15 anos Café SalãoEscrituras Sangradas (re-Lançamento)
Dia 29/10, 18h.
Local: Nalva Melo Café SalãoAv. Duque de Caxias - Ed. Bila, 110 - Ribeira.
Tel.: (84) 3212-1655 contato@cafesalao.com

26 de out de 2009

Madame Butterfly me disse

Que a coisa tá ficando fedorenta, todo o mundo JA sabe. Passar na porta porta da Prefeitura de Natal, Ninguém agüenta! Vou rezar para Nossa Senhora de Fátima, para que se dê um jeito nisso o mais rápido, porque a maioria da população é culpada, mas ninguem merece tamanha falta de respeito.
É a treva!
Quero Lembrar como era há uma ano atrás! Quem caiu, não é mais hora de reclamar! vamos reinvindicar Natal Melhor de Verdade que foi assim que ela prometeu. Depois que assumiu Anunciou uma Feliz Natal, onde eu só vejo o povo reclamar.


Pô!Madame Butterfly, ninguem merece R$ 2,00

Como Santo de Casa não Faz Milagre! Aff! Nossa Senhora de Fátima


A deputada Fátima Bezerra (PT) será homenageada nesta terça-feira, 27, em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, durante a abertura da 33ª Reunião dos Dirigentes de Instituições Federais de Educação Tecnológica (Reditec).A Reditec ocorrerá entre os dias 27 e 30 de outubro e vai reunir diretores das principais instituições de ensino técnico do Brasil. O evento tem como tema a "Educação Profissional e Tecnologia na Rede Federal: compromisso com o desenvolvimento e a inclusão".No convite enviado à deputada Fátima, a reitora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), Cláudia de Souza, ressalta que a deputada será homenageada pelos “relevantes serviços desenvolvidos em prol da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica no país”.Fátima Bezerra foi autora da emenda ao Plano Plurianual (PPA) 2003/2007 da União, que resultou na expansão da rede de Institutos Federais no RN

Festival Merda - Desse jeito nossa alma passa fome


Fiquei muito entusiasmado com a idéia de ir ao Mada (Festival Música Alimento da Alma) Neste último dia 24 (sábado passado). Queria ver as atrações locais e curtir o show da nação Zumbi. Mas o que aconteceu foi que fiquei perplexo:
Gostaria de fazer uma retrospectiva do Primeiro Mada, para continuar:
Na primeira edição do evento, que aconteceu na Rua Chile, num circo muito charmoso e que abrigou uma serie de shows locais e nacionais, teve exibição na íntegra pela MTV, repercutiu muito bem na época, causou um frisson muito grande para quem gostava de bons agitos na nossa fazenda iluminada chamada Natal. No ano seguinte, não houve, mas em 2000 o festival acontece, já cobrando bilheterias e foi-se a bola de neve que está hoje.
Retomando, como diria minha amiga Ked, diante do que assisti. Fiquei Perplexo! Um evento que custa muito mais de cem mil Reais aos cofres públicos e que não proporciona visibilidade alguma as atrações locais, principalmente para aquelas que estão surgindo no cenário recentemente (teve atrações que eu soube que iria se apresentar lá, pois nem nos releases enviados para imprensa foram colocados, afinal nem assim eu tive notícia). Mas as atrações nacionais como sempre estampados com letras garrafais em out doors por toda a cidade. O espaço tava muito astral trazido por toda a galera que lá estava, mas o quesito acessibilidade: zero. Eu com minhas ótimas pernas fiquei a passar mal com aquelas escadarias e logo em seguida um barranco horrível. Fiquei pensando no sofrimento de quem anda de moleta, cadeiras de rodas, então: prefiro não comentar. Uma tenda eletrônica sem graça que lembrava uma discoteca que eu ia às matinês quando criança era mais interessante. Sem falar no choque que tinha com o palco principal. A feira mix? fiquei me perguntado como era que alguém tinha coragem de expor suas produções ali. É muita carência de espaços para expor em Natal. Não me sujeito a este tipo de coisa.
Na hora de ir embora, vendo a loucura da galera de carro, óbvio que me lembrei da Lei Seca, mas como defendê-la numa hora dessas? Não existe transporte público que preste em Natal hora alguma, aí eu vou querer isto por causa do Mada, praquê? Se a galera público alvo do Mada não anda de ônibus mesmo. Taxi, também era outra coisa extinta ali, então o melhor é sair Dalí arriscando vidas. Ou a pé como cheguei a ver alguns corajosos.
Pela minha prioridade em outras coisas ainda não tinha ido no Mada na Via Costeira, mas acho que o Poder público tem que pensar melhor antes de apoiar iniciativas como estas que não dão visibilidade para o estado, nem tão pouco a produção do estado e primordialmente: não proporciona lazer, diversão, cultura ou qualquer que seja a forma de entretenimento ao público jovem do RN que gosta de apreciar o que há de novo na produção contemporânea.

Nada Contra ao evento, mas respeito o dinheiro público e minha cidadania. Vamos pensar com carinha ao que oferecemos as pessoas!



22 de out de 2009

Ele é apenas o Silva que a estrela brilha vermelha

Trecho do filme "Lula, O Filho do Brasil" que mostra Dona Lindu (Glória Pires) no momento do parto de seu filho Luís Inácio. Dirigido por Fábio Barreto, o filme conta a história do presidente do nascimento até a morte da mãe, enquanto estava preso. Guilherme Tortólio e Rui Ricardo Diaz fazem o papel de Lula em dois tempos, o primeiro na adolescência e o segundo na idade adulta. Estreia prevista para 1o. de janeiro de 2010

Lenine em Natal


Nesta sexta-feira dia 23 é uma boa pedida para quem assim como eu não pôde ver o show de Lenine quando o mesmo veio a Natal em maio passado. Ele estará encenrrando da noite do palco principal da CIENTEC, na Praça Cívica da UFRN.

Vale a pena conferir este músico que consegue transmitir em sua música toda a sofisticação do universo, porém extremamente enraizado em seu princípios sonoros.

Lenine estará apresentando canções do seu mais recente álbum La Biata, mas não perderá a oportunidade de cantar os seus hits. Além do mais será uma noite de encontrar amigos, dançar e ver grandes companhias de dança de Natal se apresentado e aquecendo o passo para Lenine entrar.


Programação:
19h
Momento Percussivo (englobando o Encontro de Percursionistas do RN)
Grupo Anjori
Cia. Xamã TRIBAL
Grupo de Dança da UFRN
Gaya Companhia de Dança
Grupo de Dança Parafolclórico
Balé da Cidade do Natal
Renato Terra
Lenine

Filme Potiguar tem Exibição Nacional

SANGUE DO BARRO
ah! estou nos créditos do filme, lá nos agradecimentos. Olhe como o filme é importante!



O Documentário potiguar “Sangue do Barro” dirigido por Fábio DeSilva e Mary Land Brito será exibido esta semana na TVU (retransmissora da TV Brasil) e na TV Cultura nos seguintes horários:
TVU – quinta-feira (dia 22) – 23h (22h em nosso horário)
TVU – sábado (Dia 24) – 21h (20h em nosso horário)
[A TVU é transmitida pelo Canal 5 (TV aberta) e Canal 17 (cabo)].
TV Cultura – sexta-feira (dia 23) -22h40 (21h40 em nosso horário)
TV Cultura – terça-feira (dia 27) – 02h (01h em nosso horário)

Sangue do Barro é um documentário realizado pelo Programa DOCTV, uma ação da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, da Ass. Bras. de Emissoras Públicas, Educativas e Culturais e da Fundação Padre Anchieta – TV Cultura - com apoio do Banco do Nordeste, ABD e TVU/RN.

SINOPSE
Em Maio de 1997, o pequeno lugarejo de aproximadamente 5.000 pessoas, Santo Antônio do Potengi, perto de Natal, entrou para a historia como palco de um dos episódios mais sangrentos de assassinatos em massa no Brasil. Nos dias 21 e 22 do mês corrente, o ex-atirador do exército, Genildo Ferreira de França, matou 14 pessoas em menos de 24 horas. Sangue do Barro conta o dia em que Santo Antônio e todo o Rio Grande do Norte parou diante da televisão. O documentário não mostra uma resposta única para a mudança de atitude de Genildo, que até então era visto por todos como um cidadão normal e pacífico. Nos 52 minutos do filme é apresentado um panorama do “matador”, os dias da chacina e o seu resultado. Sangue do Barro trabalha com uma visão crítica através de depoimentos de populares, vítimas, policiais e da imprensa, incentivando o público a criar a sua própria versão dos fatos.
Fábio de Silva e Mary Land Brito Diretores do Filme Sangue do Barro

21 de out de 2009

Parada Gay de Natal


20 de out de 2009

O RN é Brega? Não. É Apaixonado.

Passei um tempo conversando com meus botões a respeito da nossa tal de identidade cultural. Fiz uma profunda reflexão sobre diversos aspectos, fui a fundo e analisei figuras como Hianto de Almeida, Ademilde Fonseca até chegar a Roberta Sá e o que eu vi nessas figuras, foi um apelo eloqüente e saudável do que sempre foi o Rio de Janeiro, nada contra, mas potiguar mesmo, saído daqui e conquistado o mundo não foi. Teve um período que na nossa literatura, conquistou o mundo com os trabalhos de gente como Auta de Souza, Nísia Floresta, Jorge Fernandes, Ferreira Itajubá e atuais como Moacyr Cirne e a Marize Castro, mas tudo muito elitizado, povo mesmo como eu quero me referir aqui, que é assim do tipo vestido de xita, buchada de feira, nunca foram. Falar em Abraham Palatinik, então nem se fala, chique demais até, o povão potiguar não sabe nem da sua existência que é uma pena! vá lá à sua importância para o que representa para as artes visuais no mundo. O áudiovisual promete alguma coisa, mas O Homem que Desafiou o Diabo, mesmo marcando um tempo importante e dando uma guinada ao seguimento no estado, a única coisa que ele serviu mesmo foi para aproximar o povo da grande obra do nosso querido Ney Leandro de Castro. Junto a isto o livro que inspirou ao filme estão mofando nas livrarias (uma vergonha, mas é fato). Cheguei onde queria: esses dias vi um antropólogo falando numa coisa curiosa: “ O livro do Brasil é a música” voltei a refletir ainda mais sobre isto e cheguei a conclusão se de fato isto seria um problema, claro que sim! Deveríamos ler mais. Isto não tem preço. Mas a música brasileira é a melhor e mais diversa do mundo. Porque não? Não beber nessa fonte e ela nos servir de inspiração e sabedoria? Porque não isto não ser uma comunicação? E é neste seguimento que vou focar o meu raciocínio sobre a identidade do povo potiguar.
Já nos últimos dez anos de vida do nosso querido Elino Julião, ele foi considerado o nosso grande forrozeiro. Sem sombras de dúvidas questionar sobre isto. O compositor de O rabo do Jumento, A Sombra do Juazeiro, É filho de Goiamum e de tantos outros hits. Mas foi cantando brega no Pernambuco que Elino se destaca mesmo, Cofrinho do Amor, todo mundo canta.
Vou agora falar de celebridades: A nossa Roberta Sá, já citada é uma diva, mas ela não saiu daqui para conquistar o mundo, ela é um produto que já veio pronto de lá para cá e que quando retorna aqui não leva nada nosso. Não vale. Oportunidades não faltaram. A Roberta já mostrou que é boa pesquisadora e está sempre por aqui, então não sei quem seria o besta que não apresentaria alguma coisa para ela. Ou mais, ela ir buscar mesmo, ninguém aqui é tão difícil assim. basta ir no Beco da Lama tomar uma. Ou quem sabe, na casa de Aurino, todos os sábados na Cidade da Esperança, lá é uma grande confraria.
A minha amiga Khrystal, linda! Mas a cada dia está mais na panela da burguesia local. Já deveria está como a Marina Elali, entre as 10 mais da pirataria. A Marina tá na frente, mas é outra que assim como a Roberta é incapaz de enxergar a produção local. Empatou de novo com Khrystal.
O Astro pop da Cidade da Esperança Carlos Alexandre, este sim toca fundo nos corações apaixonados de todo o país.
Lenda contemporânea, se estivesse vivo, não sei o que seria, mas para ele Deus reservou logo cuidado. Tratou logo de levar, afinal, quer prestar? Morra! Uma prova viva disto é Giliard, que já fez de tudo! Começou dizendo-se potiguar, no auge do sucesso renegou o estado e agora que vive de animar bailes retrô com aquela música da pulga e do percevejo e relembrando ser o maior campeão de Qual é a Música, e agora tem o prazer de assumir suas raízes na esquina do continente. Passo o ano esperando para ver aquele comercial das Cestas de Natal São Cristovão. Elas são prova de que ele se redimiu.
Não podemos esquecer o Bartô Galeno. Grande contribuinte para o seguimento brega potiguar brasileiro. Ele é um astro por onde passa, show dele é sucesso absoluto em qualquer lugar. Faz me lembrar do saudoso Waldik Soriano, figura lendária que tem importância por aqui. Afinal Natal já foi morada para o rei.
Fernando Luis vem movimentando o seguimento com muita garra, com aquelas festas nas comunidades. Dando oportunidades de lazer, entretenimento, sofrimento e de plantação da nossa mais pura raiz. O brega.

O problema do brega é que a elite sempre a considerou como ruim. Mas como a nossa burguesia nunca abriu mão de ser imbecil é que Caetano Veloso junto com Maria Betânia e tantos outros papas estão aí para provar esta tese, sobre gostos. É como cú, cada um tem o seu. Mas que vive a se modificar, basta algém dizer que é xique.
Maria Bethania interpretando a Música Casinha Branca Grande Sucesso do compositor potiguar Gilson



Quem sou eu para dizer o que é bom e o que é ruim perto do povo todo? Apesar de achar que o criador da celebre frase: “A voz do povo é a voz de Deus” foi o próprio Satanás.
Então quem sou eu para dizer o que é certo e o que é errado? Bom ou ruim? Acho que as pessoas necessitam de educação e acesso para ter sensibilidade em absorver melhor sobre o que são impostas para elas e que tudo tem limite. Deixo de fora deste papo tão legal figuras que não pagam direitos autorais dos teclados, deputados oportunistas... Ah! Banda Grafith, falarei sobre ela numa outra ocasião, preciso estudar com mais cuidado sobre esta banda.
Só sei que somos muito ricos e que tudo que é do RN tem sempre um gostinho mais saboroso, só falta à gente experimentar mais. Tirar as nossas amarras.
Quero dizer que este assunto ainda vai dar mais o que falar, ele é um conjunto que estarei explorando e que conto com você que passou por aqui, que me ajude sugerindo e lembrando. Não pode ficar ninguém de fora.


Outros ícones:
Núbia Lafayete




Papel Gomes

Paulinho de Macau
E para finalizar: dái a César o que é de César. O cara que alimentou tudo isto, que fez esse grande rebu na MPB (Música Potiguar Brasileira) foi o nosso Saudoso ex-deputado (que o diabo o tenha) Carlos Alberto de Sousa, pai da minha querida Prefeita Micarla de Souza. Aqui vai a minha homenagem póstuma e digo: Eu amava O Povo na TV.
Prefeita, pede ao povo da TV Ponta Negra pra reprisar um dia. Vou agradecer do fundo do meu coração. Tem também aquele programa que era uma cópia da Porta da esperança. Eu amava.

16 de out de 2009

Uma Borboletinha me falou...






Fiquei sabendo de uma fonte fidedigna que minha querida Prefeita Micarla de Sousa Muito preocupada com a falta de espaços culturais atrativos na cidade resolveu presentear a nossa cidade com uma balsa de dois andares que estará chegando nos próximos dias do Rio de janeiro para ocupar (a fonte me informou que não sabia se era em uma das praias, no nosso potengi ou na puta que o pariu mesmo). Só sabe ao certo que vamos ter esse elefante branco poluindo nossas águas. Gostaria de lembrar que o Parque da Cidade está FECHADO, Teatro Sandoval Wanderley está FECHADO, o Largo Dom Bosco SUBUTILIZADO, o Auto do Natal eu DESEJO SORTE! Afinal, eu sou cria deste evento, não posso desejar o mal. Porém uma balsa para ser espaço de eventos é foda! Saber que temos aparelhos sendo destruidos e não sendo dados os devidos valores ou providências. Mas todo o mundo já sabe: Cada um tem a prefeita que merece!

No mais, eu só queria que minha adorável prefeita não me desse mais cabimento, mas ela olhasse com mais cuidado, afinal, as pessoas que não a apoiam não têm culpa do caos para a qual são obrigadas a pagar.

15 de out de 2009

Festival Gastronômico de Pipa



Este fim de Semana em Pipa/RN está acontecendo o Festival Gastronômico de Pipa e lá estarei me apresentando com a peça AS PELEJAS DE MATEUS, BIRICO E CATIRINA. A apresentação será na no palco principal do evento às 17:00h. Quero ver todo mundo lá

Hummm! Cheirinho de Novidade no Ar


É. Passei um tempão pensando no que fazer para ter um blog onde eu pudesse está expressando todo o meu sentimento sobre muitos aspectos: Sociais, políticos, culturais, etílicos...
Enfim, de tanto brincar com a minha amiga e companheira de trabalho e dia de aniversário Mary Land, comecei a ter fascínio por colunas sociais, mas gostaria de ter uma, onde as figuras inusitadas sejam comuns, interessantes e que provoque diálogos e brigas (quem sabe). Espero está sempre causando frisson e uma pitada de confusão também. Mas acima de tudo, quero poder fazer você sorrir com minhas idiotices também. Ah! E você que venha a ler este perigoso espaço, deixo o perigo no ar: caso queira colaborar, basta enviar texto, fotos (com os devidos créditos) para aquele e-mail véi de guerra
xarianatal@yahoo.com.br e vamu fazer bagunça.



E Para começar, um bom barraco. Não Sei quem eu queria conhecer mais, se ela ou o Pedro para saber o que tem na porra desse chip, mas um escândalo desses é tudo o que eu sempre sonhei em fazer. Merecido todo o sucesso que ele vem fazendo no Youtube e as versões são cada uma mais ótimas que as outras.

Me dar meu Chiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiip